Home » Notícias » Brasil » Rio de Janeiro » Região dos Lagos » Araruama » Blogueiros dos Jornais de Araruama » A estrela do prefeito Miguel Jeovani fica apagada em 2016 | Marcello Behring

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Sabemos que o final de ano é o momento de fazermos reflexões. É nesse instante que olhamos para trás buscando na retrospectiva de ações, aquilo que melhor fizemos para repetir e melhorar ainda mais e também analisarmos o que fizemos de ruim, para vigiarmos nossas futuras atitudes e não repetirmos os atos tortos e errados no ano que vai nascer.

Com isso , nossa vida é também caracterizada de simbolismo. Simbolismos estes que  externamos naquilo de bom que queremos que aconteça; cada um dentro de sua crença, com orações, simpatias ou patuás.

Se olharmos para trás, Araruama infelizmente não foi capaz de deixar nos últimos anos boas lembranças e recordações. A atual administração da cidade entra para história deste município como sendo a pior administração de todos os tempos. Temos em nossa historia política, o primeiro prefeito a ter seu gabinete e outros setores da administração pública, interditados pela polícia federal e o ministério público, respondendo por fraudes em licitações, dano ao erário público e abuso de poder econômico. Não satisfeitos, aqueles que se dizem administradores e que realizam um verdadeiro desgoverno em nossa cidade, conseguem, Deus sabe como, eleger a primeira dama ao cargo de deputada estadual. Para não perder o costume e em tempo recorde, essa mesma deputada, responde a processos de fraudes que aconteceram na pré-campanha para o cargo que exerce atualmente. Parece que se eleger e ter a credibilidade de sua eleição sob suspeita de fraudes pelo poder público judiciário é recorrente no cotidiano dos atuais “representantes” políticos de Araruama.

Com esse retrospecto político nefasto e sombrio, não houve melhor simbolismo do que aquele ocorrido no final de ano com a árvore de natal colocada na orla e em frente do maior símbolo turístico, cultural, educacional e esportivo da cidade que é a praça Antônio Raposo e João Hélio. Mesmo sem ter dinheiro para remédios nos postos de saúde e para pagar médicos, enfermeiros, assistentes sociais, professores servidores em geral e pensionistas, deixando centenas de famílias de Araruamenses sem um final de ano feliz, o prefeito de Araruama gasta centena de milhares de reais para ornamentar os festejos.

Quando no cume da festa , por volta das 23h e 10min , a árvore ainda estava completamente apagada, tal qual a administração da cidade. E por volta das 23h e 15min , uma equipe de servidores conseguiu acender parcialmente a árvore que ficou com aproximadamente 1/3 apagada e sua estrela não acendeu, representando exatamente o governo municipal de Araruama que tem como retrospectiva política uma estrela de incompetência administrativa completamente apagada.

Fonte: Marcello Behring

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias