Home » Notícias » Educação » Alunos acampam em polo da Faetec e acham comida estragada e com mofo

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

ScreenShot006Cerca de 30 estudantes dormem e limpam a unidade desde terça-feira (5). Alunos cobram melhorias estruturais e apoiam greve dos professores.

Um grupo de 30 estudantes ocupam a unidade da Faetec Bacaxá, distrito de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio. Os alunos apoiam a greve dos servidores estaduais e pedem melhorias na estrutura do polo. Quatro salas de aula servem como dormitório desde terça-feira (5) e os ocupantes se revezam para cuidar da segurança do local. No almoxarifado da unidade, os estudantes encontraram comida estragada.

Os alunos cuidam da limpeza dos corredores, do jardim e do almoxarifado. Na despensa, foram encontrados, segundo eles, 51 Kg de feijão mofados, frutas estragadas e produtos com data de validade vencida, além de latas de molho de tomate amassadas e enferrujadas.

“Nossas reivindicações já desceram para a presidência, para Quintino, e a gente está esperando uma resposta até agora, mas a gente só sai daqui quando as nossas reivindicações forem atendidas”, disse Yuri Oliveira, aluno do 3º ano do curso de Técnico em Edificações.

Os professores da unidade, em greve desde 2 de março, apoiam o movimento e reclamam da situação da unidade.

“O material de aula prática que se tem é porque eu trouxe. Os pedidos que foram feitos desde 2014, que eu estou na unidade, não foram atendidos. Uma hora o dinheiro do professor acaba e não tem condições de ficar bancando toda vida o material que é necessário para as aulas práticas”, afirmou o professor Amilcar Brum.

A produção da Inter TV entrou em contato com a assessoria de comunicação da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) e aguarda um posicionamento sobre a ocupação.

Fonte: G1 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias