Home » Notícias » Brasil » Rio de Janeiro » Região dos Lagos » Araruama » Araruama não é mais mesma? | Alex Raposo

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

A violência não é um problema específico de Araruama, isso é fato, mas também é fato que Araruama não era como é agora.

A cidade cresceu, e até existem fatores externos que propiciam o aumento da violência, como a migração de criminosos provenientes de áreas mais bem assistidas pela segurança pública — leia-se “comunidades da capital “pacificadas” pelas UPPs” —, entretanto, não há como não responsabilizar o poder público municipal, nas figuras do prefeito – principalmente – e dos vereadores, que em tese representam nossos interesses e devem pressionar o executivo em função do bem estar dos munícipes.

O executivo, por sua vez, também deve presar pelo bem estar de Araruama em todos os âmbitos, e nesse caso deve pressionar o governo do estado, já que segurança pública e combate a criminalidade é da alçada do governo estadual. Deveriam nos representar, deveriam cuidar da cidade, dos munícipes, deveriam discutir nossos problemas, deveriam, deveriam, mas não vimos nesses quase quatro anos esforços deles — prefeito e vereadores — para “estancar” esse problema que é o crescimento de ações criminosas e violentas em nossa cidade.

Não houve empenho, por exemplo, para pressionar o estado no intuito de aumentar o contingente da PM agindo na cidade e não há projetos reais ou iniciativas realmente efetivas voltadas para a segurança pública, e com o nosso atual efetivo, com certeza a criminalidade aumentará dia após dia, pois temos um enorme déficit de policiais por habitante.

Vou dar um exemplo de ineficácia: Uma determinada farmácia, de um bairro cheio de veranista e banhado pela lagoa já foi assaltada diversas vezes, e a dinâmica da ação dos bandidos é sempre a mesma. Param de moto na frente do estabelecimento, assaltam levando tudo que podem, e vão embora. Quando a polícia chega, eles já estão em Iguaba grande ou em Sampaio Corrêa.

Ou seja, em função da nossa localização e das várias possibilidades de fuga, somos presas fáceis e é preciso agir com inteligência.

Voltando a falar “deles” e do nada que fazem, Araruama elegeu uma deputada estadual — que é esposa do prefeito — o prefeito mudou de partido, filiando-se ao mesmo partido do governador, e o que tivemos realmente de ações eficazes no combate a criminalidade?

E o “lendário batalhão”, com terreno já doado pela prefeitura, cadê?

Perguntem para o prefeito que está inaugurando pracinhas enquanto pessoas são assassinadas, perguntem para a deputada, que está gargalhando em eventos municipais idiotas, quando deveria estar legislando em prol de melhorias para o estado do Rio de Janeiro, e até mesmo, mais especificamente, elaborando um projeto de lei estadual com o intuito de diminuir a criminalidade em nossa região, pois essa, vendo Araruama como um terreno abandonado e fértil para praticar seus delitos, só cresce e se reproduz.

Sim, Araruama não é mais a mesma, e o governo municipal tem culpa sim.

(PS: Enquanto eu escrevia esse pequeno texto acontecia mais um caso de violência urbana com mortos e feridos próximo ao condomínio Sonho de Vida.)vio

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias