Home » Notícias » Brasil » Rio de Janeiro » Região dos Lagos » Araruama » Blogueiros dos Jornais de Araruama » BANDITISMO TEM PARTIDO OU IDEOLOGIA POLITICA? – Anderson Vidal

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Aécio flagrado, Temer enrolado, Lula condenado, Bolsonaro recebendo dinheiro sujo da JBS…você lida de maneira apartidária em todos esses casos?

É bom que se diga, quando falo de “banditismo político”, não me refiro só ao crime de corrupção previsto no art. 331 e art. 317 do Código Penal.

Um político tem várias e várias maneiras de ser “bandido”, basta que cometa um crime ou uma imoralidade, isso vai desde sonegar impostos, vender apoio político em troca de cargos e verbas públicas, até mesmo receber dinheiro sujo e esconder na cueca.

É interessante (e lamentável) como o povo brasileiro é seletivo quando se trata de banditismo político. Observamos isso o tempo todo com Aécios, Cunhas, Lulas, Temers….o seu nível de revolta ou silêncio varia conforme o partido e a ideologia do acusado.

VEJAMOS:

1 – Se o sujeito é identificado com a esquerda, a fúria contra Aécio é imensa, contra Temer idem, mas contra os membros do PT, , a mão não fica pesada…segundo Gregório Duvivier, famoso militante da esquerda “É loucura achar que o LULA é esperança”. Eu concordo com o Gregório!

Mesmo que o Moro seja parcial (e é), mesmo que as provas contra Lula sejam frágeis (teria que analisar profundamente a condenação), uma coisa me parece incontestável: Lula flertou com a podridão política, se aliou aos maiores bandidos, picaretas, como Maluf por exemplo, tudo em prol da “governabilidade”.

Mesmo que seu governo tenha tido várias conquistas sociais importantes, não quero crer e acredito que vocês também não, que Lula não sabia do nível de corrupção da Petrobrás com a Odebrecht, corrupção no BNDS….seria muito ingênuo achar que no mínimo ele não “deixava roubar”.

Isso é achismo, eu sei, mas não estou falando de condenação criminal. Estou falando de condenação política. Com todos esses fatos notórios, Lula ainda é líder de votos!

2 – Mas talvez o ANTIPETISTA seja ainda mais seletivo. Solta fogos com a condenação de Lula. Quase um orgasmo. Quase uma histeria, um prêmio na loteria. No dia seguinte a Câmara dos Deputados impede que Temer seja julgado no STF por corrupção e….NENHUMA PALAVRA. Silêncio sepulcral.

O antipetista foi com toda fúria vestir sua camisa da CBF (corrupta), berrar “fora Dilma, fora PT”. Alguém viu boneco inflável do Temer, do Cunha ou do Aécio de presidiário? Mas teve do Lula. Alguém tem dúvida que temos sim, bandidos de estimação, dependendo da cor partidária?

3 – Os eleitores do BOLSONARO, maioria de conservadores, simpatizantes da extrema direita, ficam bravos quando dizem que Bolsonaro é fascista, dizem que ele é “liberal”. Mas ficam silentes quando o mesmo político (i) apoia a Ditadura de 64, com um Estado forte e interventor (ii) apoia a Ditadura de Pinochet, um Estado forte e Interventor. (ii) Já disse em entrevista que se fosse Presidente daria um golpe de Estado. Com certeza os liberais estão se revirando no túmulo…

Os eleitores do Bolsonaro xingam os petistas de burros, analfabetos, porque eles “apoiam corrupção”. Ora, Bolsonaro, mesmo ganhando um altíssimo salário, é um sonegador CONFESSO de impostos. A sonegação tributária causa um prejuízo SETE vezes maior que a corrupção no Brasil. E aí? Vai falar nada não?

Bolsonaro ainda recebeu dinheiro da Friboi, um dinheiro que todos sabemos, foi doado para COMPRAR políticos. Recebeu via partido? Isso importa? Ele sabia, é o que importa. Não bastasse, o defensor “da moral e bons costumes”, votou para aumentar o próprio salário, UM DOS MAIORES DO MUNDO, ganha mais do que um Deputado alemão, japonês, canadense…ganha como um príncipe e ainda vota para ganhar mais. Acha normal? Acha honesto?

CONCLUSÃO

Se a simpatia é por políticos de extrema direita, vamos ignorar seus desvios éticos e morais e focar nos  ”comunistas, esquerdopatas,… A nossa bandeira! jamais será vermelha!”

Se a simpatia é por políticos de extrema esquerda, vamos ignorar seus desvios éticos e morais e focar na “direita retrógrada e conservadora, neoliberais safados”.

Se a simpatia é por políticos liberais (caso do Temer com PEC dos gastos públicos, reforma trabalhista e previdenciária) ”vamos ignorar seus desvios éticos e morais, mesmo que estejam explicitamente comprovados em áudios”.

Não somos contra a corrupção. Somos contra ideologias partidárias. Ladrão do meu partidão, tem 100 anos de perdão!

 A corrupção é só uma desculpa para nos opor à ideologia que não concordamos.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias