Home » Notícias » Brasil » Rio de Janeiro » Região dos Lagos » Araruama » DUPLO ASSASSINATO EM ARARUAMA NA MADRUGADA DESTA SEXTA-FEIRA – UM CONTO DE TERROR NA CIDADE

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Hoje, por volta das 03:30h, a 118DP foi acionada no sentido de comparecer a local de duplo homicídio e uma tentativa de homicídio,  fato ocorrido na rua Orestes Barbosa, bairro Fonte Limpa, Araruama, sendo vítimas fatais Rogério Bastos de Oliveira, 38 anos e Andressa dos Santos de Souza, além de José Alberto Duarte de Castro Lima Rocha, vítima de homicídio tentado.

Segundo José Alberto,  residente em Realengo, Rio de Janeiro,  encontrava-se na casa de seu amigo Rogério Bastos, além da namorada deste,  Andressa,  quando por volta das 23:00h dois indivíduos não identificados invadiram à casa em busca de armas, ouro e dinheiro. barbosaRogério Bastos de Oliveira, 38 anos foi uma das vítimas.

Como o pai de Rogério efetivamente possuía armas em casa pois era tenente reformado do EB, os bandidos sabiam o que procuravam,  perguntado a todo o tempo pela arma de calibre 40.

Após encontrarem um espingarda artesanal de calibre 12 passaram a torturar Rogério com golpes de faca, ferindo mãos e cabeça,   além de agredirem Andressa com violentos socos.

Um dos bandidos portava uma pistola calibre 38 e a todo instante ameaçava matar a todos.

O bandido desarmado teria dito à vítima José Alberto que o pouparia, já que a mãe deste o auxiliara voluntariamente.

Em seguida,  após obrigarem Rogério e Andressa s colocarem duas TVs de Led na Fiat

Fiorino baú, de José Alberto,  obrigou  todos a embarcarem no veículo, com o Rogério e Andressa e o bandido armado seguindo no baú e José Alberto guiando o carro e o segundo indivíduo no carona.

Antes de chegarem a rua Orestes Barbosa,  próxima à casa de Rogério,  os bandidos retiraram as Tvs e esconderam em uma mata próxima,  retornando ai veículo.

Em seguida,  pouco mais adiante,  mandaram José Alberto parar o carro e embarcar no baú,  para em seguida efetuarem diversos disparos contra o grupo, fugindo a pé.

José Alberto alegou ter simulado estar morto, assim permanecendo por alguns minutos até ter a certeza de que os bandidos não voltariam.

Alegou que percebeu que seus amigos estavam inertes, pedindo ajuda na 118 dp.  Em sede policial, o mesmo teria reconhecido Paulo Guilherme Alves Carvalho,  através da foto no ICA Detran, autor de homicídios na região.

Contudo, Paulo Guilherme se encontraria preso conforme atualização no Sip web após pesquisas ainda na 118DP.

José Alberto possui duas anotações por uso de substância entorpecente alegando ser autônomo.

Apresentava um tiro de raspão na perna esquerda,

Ro 118-00130/2016luto

FONTE: POLÍCIA CIVIL DE ARARUAMA

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias