Home » Notícias » Corrupção » Computadores da Prefeitura de Silva Jardim são apreendidos pelo MP

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Ministério Público investiga supostos funcionários fantasmas.
Máquinas são da Procuradoria, que teria obstruído as investigações, diz MP.

prefeitura

O Ministério Público apreendeu computadores na Prefeitura de Silva Jardim, no interior do Rio, nesta quinta-feira (25), como parte de uma operação que investiga a existência de funcionários fantasmas. Os computadores são da Procuradoria Geral do município, setor que, segundo os promotores, estaria atrapalhando as investigações.

De acordo com informações do Ministério Público, diversas pessoas seriam ouvidas durante essa fase das investigações mas, na quarta-feira (24), agentes foram informados que um advogado estaria ouvindo e orientando o grupo de pessoas na sede da Procuradoria Geral do município, inclusive imprimindo petições e procurações.

Os computadores apreendidos serão periciados com objetivo de identificar se os documentos foram produzidos neles.

Segundo o MP, entre os suspeitos de ocupar cargos comissionados e não trabalhar estão comerciantes e policiais militares ainda atuantes. O MP disse ainda que já comprovou a existência de funcionários fantasmas, mas ainda não sabe qual o número total de servidores nesta situação.

“Durante o próximos dias dezenas de pessoas serão ouvidas e a investigação será aprofundada, até pra se ter o quantitativo exato, muito embora a existência de funcionários fantasmas já esteja comprovada”, informou o MP.

A Prefeitura de Silva Jardim foi procurada mas não se pronunciou sobre até a publicação desta notícia.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias