Home » CASO DE POLÍCIA » Justiça mantém Marcelo Melo, filho do deputado Paulo Melo, longe da esposa

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Marcelo Melo pode ser preso preventivamente e enquadrado em novo crime se ficar a menos de 200 metros da mulher, Cynthia Ramos, com quem tem uma filha

Rio – A Justiça do Rio concedeu medida protetiva para Cynthia Ramos, mulher do filho do secretário de Governo, Paulo Melo. A ordem é para que Marcelo Conceição Melo de Sá, 35 anos, mantenha-se, no mínimo, a 200 metros de distância da vítima. Caso não cumpra a determinação judicial, Marcelo pode ser preso preventivamente e enquadrado em mais um crime: desobediência.

O filho do secretário de Governo está sendo acusado pela mulher de agressão e ameaça de morte. Na véspera do Réveillon, ele teria agredido a mulher a vassouradas. A violência foi tamanha que o cabo de vassoura quebrou nas costas da vítima. Segundo Cynthia, o agressor chegou a pegar uma faca para golpeá-la,mas foi contido por parentes dele, como O DIA denunciou.

Neste sábado pela manhã, Cynthia esteve no Instituto Médico Legal de Araruama para exames de corpo de delito. O laudo será encaminhado à Delegacia de Saquarema, onde o caso foi registrado. Ela ficou com hematomas nas costas, braços e pernas. O secretário Paulo Melo informou que não vai passar a mão na cabeça do filho. “Ele é maior de idade e deve responder pelos seus atos”, afirmou.Cynthia mostra costas feridas com cabo de vassoura. Ao lado, registro da agressão feito na 124ª delegacia – Foto: Divulgação

A mulher, que vivia com Marcelo na fazenda de gado que o pai dele tem em Uberaba, no Triângulo Mineiro, falou que continua em estado de choque e com muito medo. “Ele dizia que me amava e, de repente, fez isso.

Parecia outra pessoa. Acho que eu não conhecia ele de verdade”, contou Cynthia, que tem uma filha de 1 ano com o agressor.

Ela contou que não pretende voltar à fazenda em Minas para pegar seus pertences. “A irmã dele ficou de mandar as coisas. Vou me separar. Sou nova, vou reconstruir minha vida”.

Em 2014, outro filho de Paulo Melo, o lutador de MMA Paulo Cesar, o Pituco, foi acusado de agredir um professor em Saquarema.

Fonte: O Dia

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias