Home » Notícias » Brasil » Rio de Janeiro » Região dos Lagos » Cabo Frio » Parte dos professores de Cabo Frio recebe salário após intervenção da Justiça no RJ

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Uma parte dos profissionais da Educação de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, recebeu o salário referente ao mês de junho nesta segunda-feira (11) após a decisão judicial que determina a apreensão de R$ 10.463.502,67 das contas da Prefeitura. A liminar foi expedida na sexta-feira (8) pela 3ª Vara Cível após pedido feito pelo Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos).

De acordo com o sindicato, nem todos os profissionais receberam porque o valor total do arresto (apreensão judicial) não estava disponível nas contas do município.

Cumprido o pagamento, o presidente do Instituto de Benefícios e Assistência aos Servidores Municipais de Cabo Frio (Ibascaf) foi intimado e fornecer o detalhamento da folha de pagamento de junho dos servidores inativos e pensionistas da educação.

No sábado (9), o prefeito Alair Corrêa criticou a decisão em uma rede social onde publicou que o sindicato tem um objetivo “antidemocrático do professor receber o salário antes dos outros servidores”.

Em nota, o Sepe Lagos afirmou que Cabo Frio é um município “extremamente rico” e que “não precisa estar com todos os serviços precários, Educação e Saúde sucateadas e servidores sem receber”.educação cabo frio

Fonte: G1

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias