Home » Notícias » Brasil » STJ mantém prisão de ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

DuqueO Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta segunda-feira manter a prisão do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, investigado na Operação Lava Jato. A decisão do juiz federal Sérgio Moro que classifica a liberdade de Duque como um risco à ordem pública foi acatada pelo desembargador Newton Trisotto. Duque foi preso no dia 16 de março pela Polícia Federal, e está sob custódia no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Segundo Sérgio Moro, mesmo depois que a Operação Lava Jato foi deflagrada, Duque teria continuado a praticar o crime de lavagem de dinheiro, ocultando os valores recebidos de propina em contas no exterior. Para Moro, os 20 milhões de euros que foram bloqueados em bancos na Suíça e em Mônaco não são compatíveis com a renda de Renato Duque. O ex-diretor de Serviços da Petrobras também é acusado de corrupção e fraude em licitação durante sua gestão na estatal. A defesa de Duque alega que ele não cobrou propina e que a prisão é ilegal.

Com informações da Agência Brasil

viaSTJ mantém prisão de ex-diretor de Serviços da Petrobras | Radioagência Nacional.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias