Home » Notícias » Brasil » Rio de Janeiro » Região dos Lagos » Araruama » Terreiro de Araruama é alvo de intolerantes criminosos novamente e entra na onda de ataques que vem acontecendo no Rio de Janeiro.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


O estado do Rio registrou mais um episódio de intolerância religiosa. Dessa vez, um terreiro de candomblé e de umbanda em Araruama, na Região dos Lagos, foi invadido pela terceira vez neste ano. Criminosos arrombaram, novamente, o centro Ilê Axé Ogum Xoroquê, no bairro Boa Vista, e reviraram o local.

O terreiro foi criado há quatro anos e, desde então, foi alvo de intimidações. O episódio mais recente ocorreu no dia 2, mas só foi divulgado agora. Com 70 anos de idade, o pai de santo responsável pelo centro considera a ação dos bandidos como uma provocação.

‘Já por três vezes, neste ano, arrombaram. Eles entraram no barracão e mexeram nas coisas do sagrado, que são as indumentárias para os pretos-velhos trabalharem. Arrombaram novamente, estouraram o cadeado da cantina e o cadeado do vestiário. Novamente, levaram só gêneros alimentícios. Acredito, eu, que isso seja intolerância.’

O pai de santo afirma que o último episódio assustou os frequentadores da casa. O idoso não quis procurar a polícia por não querer provocar transtornos ao funcionamento da casa e para evitar novos aborrecimentos.

‘Isso que aconteceu deixou todo mundo assustado. Eu tenho meus filhos de santos, a maioria é de senhoras, de modo que todos ficaram assustados e apreensivos. Eu não fiz nenhum registro em delegacia. Eu já sou um homem de 70 anos. Particularmente, eu evito, eu não gosto de me aborrecer.’

Só entre julho e agosto deste ano, foram 32 atendimentos à vítimas de intolerância religiosa registrados pelo estado. A CBN teve acesso a um levantamento da Secretaria estadual de Direitos Humanos que destaca nessa estatística os episódios identificados em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense: foram oito casos registrados na cidade, que conta com 253 casas religiosas de matriz africanas.

Fonte: CBN

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias