Home » Notícias » Brasil » Rio de Janeiro » Região dos Lagos » Araruama » Waltinho do Boa Vista é preso em Araruama

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Waltinho do Boa Vista é preso á região dos Lagos

Apontado pela polícia como o chefão do tráfico do Morro do Boa Vista, em Niterói, e uma das principais lideranças da facção criminosa Amigo dos Amigos atuante na Cidade que ainda permanecia em liberdade, Walter Gomes de Carvalho Filho, o Waltinho do Boa Vista, de 51 anos, foi capturado e preso no final da noite de sábado, em Araruama, Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

A prisão ocorreu depois que militares do Serviço Reservado (P2) do 25º BPM (Cabo Frio) receberam denúncias que apontavam a localização do acusado. Com base nas informações, os militares seguiram para a Estrada de Morro Grande, em Itatiquara, onde localizaram a casa usada pelo criminoso.

O carro de Waltinho, um Passat Variante, de cor verde, ajudou a polícia a confirmar as denúncias. Com uma extensa ficha criminal, Waltinho, que também usava o nome Walter Xavier de Azevedo Filho, não resistiu à prisão. Sua esposa, de 39 anos, também acabou detida e encaminhada para a 118ª DP (Araruama), onde a captura foi registrada.

Nenhum flagrante foi encontrado na casa onde vivia o casal, mas uma carteira de jornalista com nome de Waltinho chamou a atenção dos PMs. Contra Waltinho, a polícia cumpriu um mandado de prisão preventiva pelo crime de homicídio, expedido pela Vara Criminal de Niterói.

Histórico – Conhecido nacionalmente por suas atividades no mundo do crime, Waltinho ganhou popularidade em 1997, quando imagens suas ao lado de um delegado federal, na época candidato a deputado federal, foi localizada pela polícia. Militares do 12º BPM (Niterói) encontraram, na época, a filmagem na comunidade durante uma operação.

Nas cenas, gravadas num churrasco de inauguração da sede da Associação de Moradores do Boa Vista, Waltinho aparecia ao lado do candidato.

A repercussão nacional do caso garantiu que o criminoso, até então conhecido somente em Niterói, ganhasse popularidade.

Waltinho do Boa Vista era o principal líder do ADA, na região Metropolitana do Rio, ainda solto. Com 11 anotações em sua ficha criminal, pelos crimes de homicídios, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, a Polícia Civil não divulgou para qual presídio ele será levado.

Outras lideranças antigas presas nos últimos seis meses Assim como Waltinho, que mesmo de longe mantinha a chefia do Boa Vista, outros criminosos foram capturados distante de onde ditam regras e controlam o tráfico.

O mesmo aconteceu com o chefe do tráfico das favelas Nova Brasília e Vila Ipiranga, também em Niterói. Luiz Cláudio Gomes, o Pão com Ovo, de 41 anos, preso em setembro do ano passado, por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) do Ceará,, quando saía de um culto numa igreja evangélica.

Quem também escolheu o nordeste brasileiro para se esconder foi Luiz Queimado. Um dos criminosos mais antigos do Comando Vermelho e chefão do Complexo da Chumbada, em São Gonçalo, Luiz Carlos Gomes Jardim, 53, foi preso, em novembro, por agentes da Divisão de Homicídio de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), em Porto Seguro, na Bahia. Ele estava morando há 18 dias numa mansão de luxo, na beira da praia, alugada por R$ 9 mil. Investigações apontavam que de lá, Luiz Queimado continuava a controlar algumas comunidades, entre elas, a Chumbada, em São Gonçalo, e o Complexo do Bumba, no Viçoso Jardim, onde chegava a arrecadar R$ 5 mil por semana.

No início da semana passada, Robson Rodrigues Gomes, o Robinho do Estado, 45, também foi acabou preso.

O líder do Morro do Estado, no entanto, no centro de Niterói, e integrante da mesma facção que Waltinho, Robinho do Estado escolheu a cidade vizinha para buscar abrigo. Robinho foi capturado em Vista Alegre, São Gonçalo.

Tópicos:

Fonte:JORNAL O São Gonçalo On-line

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail


Categorias